domingo, 22 de abril de 2018

Super Bock e Licor Beirão juntos a caminhar para a liderança no Facebook?

Há 2 dias (20 de Abril) a marca Licor Beirão publica no seu facebook, como nos têm habituado uma frase divertida dedicada aos amigos que chegam sempre tarde.
No mesmo dia a Super Bock faz também uma publicação em homenagem aos amigos atrasados e aproveita para interagir com a marca de bebidas alcoólicas com mais gostos no facebook (Licor Beirão, cerca de 930 mil gostos).

A legenda era “Oh, Licor Beirão, temos amigos em comum?”, onde a página do facebook do licor estava mesmo identificada. A marca Licor Beirão ainda não respondeu e nem se sabe se vai responder, mas a interação digital pública entre as duas marcas de bebidas não é coisa nova.

No dia 2 de Agosto de 2017 a Licor Beirão provoca a Super Bock no facebook com uma foto tirada a um camião da marca de cerveja que homenageava os habitantes da região das Beiras.
A legenda da foto tinha a seguinte mensagem: “Não somos nós que o dizemos…Obrigado, Super Bock!”

A resposta por parte da Super Bock não tardou e no dia 4 de Agosto de 2017 na altura da campanha de celebração do 90º aniversários da marca a SB avançou com um convite para festa, “Licor Beirão, quem é amigo, quem é?”

Na mesma publicação a Licor Beirão agradeceu o convite e informou que levava o digestivo.

Em 2017, Pedro Girão diretor de operações da empresa (10.digital) responsável pelo Marketing do Licor Beirão comentou a interação entre as 2 marcas e afirmou
“Ambas [as marcas] celebram a amizade, a reunião entre amigos. Ambas comunicam com humor e de forma irreverente, sendo marcas portuguesas com tradição no digital. Acreditámos que se adequava a 100% ao tom de comunicação e à estratégia do nosso cliente, o Licor Beirão; e acreditámos que a Super Bock perceberia que era uma boa oportunidade para ambas as marcas. Felizmente foi o que veio a acontecer: acabou por ser uma situação de 'win-win’”
Será que está para breve interacções mais frequentes entre as 2 marcas com mais seguidores no Facebook em Portugal no setor de alimentação em bebidas?? Os seguidores de ambas as páginas só têm a ganhar pois publicações divertidas e criativas é o que se quer ver. Por sua vez as marcas ganham “buzz” e poderão alcançar novos seguidores.

Fontes:
https://www.facebook.com/olicordeportugal/?
https://www.facebook.com/SuperBock/?
http://blog.10.digital/
https://www.briefing.pt/marketing/40647-licor-beirao-apanha-boleia-com-super-bock.html
https://www.noticiasaominuto.com/pais/843235/super-bock-e-licor-beirao-desafiam-se-no-facebook-culpa-e-deste-slogan
http://www.meiosepublicidade.pt/2017/08/post-do-licor-beirao-provoca-super-bock-leva-resposta-da-marca-cerveja/

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Realidade Aumentada chega ao Snapchat

Após a introdução no Instagram da possibilidade de verem os preços e comprarem através da plataforma, a Snapchat reinventa-se adicionando uma nova funcionalidade (shoppable AR), que possibilita aos anunciantes usar lentes pagas (filtros) e ferramentas de compra.
Com esta nova funcionalidade, os utilizadores podem adicionar novas lentes com realidade aumentada nos seus vídeos, podendo adicionar um botão que remete para uma página externa, como o website da marca, uma loja virtual ou apenas um vídeo, tudo isto sem sair da aplicação.

Apesar de ainda não estar disponível, a funcionalidade já foi testada por marcas como a Adidas, Clairol e King (empresa que desenvolve jogos do Candy Crush). A marca espera reconquistar os consumidores com esta funcionalidade, que torna muito mais fácil o processo de compra.

São cada vez mais as marcas que se rendem ao Blended Marketing para atrair e captar os clientes, que são cada vez mais difíceis de conquistar e que querem cada vez mais experienciar tudo.

Fonte:
http://marketeer.pt/2018/04/19/novas-lentes-do-snapchat-permitem-fazer-compras/

ASOS pela diversidade

A retalhista britânica ASOS já vem a algum tempo se posicionando contra os padrões de beleza impostos pelo mundo fashion e apostando em coleções voltadas para o público plus size, gestante e em peças para mulheres de diferentes alturas.
No próprio site é possível observar o mesmo look em diversos tipos de corpos, retratando modelos reais em imagens sem retoques.
No final de março, a marca encantou a Internet do mundo todo ao exibir a modelo Vivian Eyo-Ephraim que é negra e plus-size utilizando bikini no seu site.
De maneira simples e não intrusiva, rapidamente a ação tornou-se viral, com muitas mulheres a publicar Tweets a respeito da iniciativa que trouxe inclusão e representatividade à marca.
Fonte:
https://www.independent.co.uk/life-style/fashion/asos-social-media-praise-plus-size-bikini-model-twitter-vivian-eyo-ephraim-a8282716.html

"Retail Mirror" – a inovação no ato de compra

Numa sociedade cada vez mais online, algumas empresas continuam a tentar arranjar soluções para lacunas da venda estritamente online.
Apesar das estatísticas ditarem que cada vez mais as compras são feitas online, há, todavia, uma grande percentagem de pessoas que prefere o showrooming. Isto é, continuam a preferir experimentar os produtos numa loja física, mas efetuam a compra online, dado os preços e condições serem mais atrativos, sendo isto facilmente explicado pelos menores custos de operação de uma loja virtual.

Aliando o gosto do consumidor pela experiência física e a sua falta de tempo para procedimentos longos, eis que a Oak Labs e a Panasonic se juntaram para criar o Retail Mirror.

O Retail Mirror é um espelho para provadores que permite ao cliente escolher entre cores e tamanhos da roupa disponíveis, comprar na loja ou receber os produtos em casa. A sua tecnologia inteligente permite também fazer um histórico do cliente, possibilitando, desta forma, uma experiência mais interativa e seletiva, podendo este tornar-se num conselheiro online e propor novos produtos e combinações com base no histórico de compra.

Havendo já outras opções de provadores interativos, o Retail Mirror inova com a opção de o cliente poder efetuar o pagamento diretamente no provador usando, para tal, o seu smartphone. Isto permite aliar o gosto do consumidor pela experimentação física dos produtos e a comodidade de uma compra rápida e entregue em casa.

Fontes:
http://grandeconsumo.com/noticia/20533/nova-tecnologia-permite-pagar-no-provador?utm_campaign=GC+News+12%2F03%2F2018&utm_source=Grande+Consumo&utm_medium=email#.WqkzoEbc2V8.facebook
https://www.soluxions-magazine.com/retail-mirror-payer-direct-cabine/

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Starbucks encerra lojas para dar formação contra o racismo

A cadeia de lojas Starbucks anunciou que vai fechar mais de oito mil lojas nos Estados Unidos, durante a tarde de 29 de maio, para dar formação aos funcionários sobre preconceitos e práticas racistas. Esta medida surgiu depois de dois clientes negros terem sido detidos quando aguardavam num dos estabelecimentos desta rede em Filadélfia.

O caso que está na origem da polémica aconteceu na semana passada e foi registado num vídeo que foi partilhado no Twitter e se tornou viral. O vídeo registou o momento em que seis agentes da polícia, chamados pela gerente da loja, abordaram dois homens negros que estavam sentados e lhes pediram que abandonassem o local. Acabaram por ser expulsos algemados e ficaram detidos durante nove horas, até serem libertados sem qualquer acusação.
O diretor da empresa, Kevin Johnson, pediu desculpas pelo que considerou ser um incidente que merece repreensão e garantiu que vão ser tomadas medidas para “prevenir que tais incidentes voltem a acontecer”.
A loja da Starbucks em causa esteve encerrada devido a protestos e só reabriu esta terça-feira.
O diretor da empresa passou ainda os últimos dias em Filadélfia para estar em contacto com a comunidade e perceber onde é que a empresa falhou e o que é preciso fazer para resolver este problema.

Mas um pedido de desculpas pode não ser o suficiente para reparar a imagem junto do público e, a pensar nisso, a empresa anunciou que vai fechar todas as 8.000 lojas nos Estados Unidos durante a tarde de 29 de maio. Durante essa tarde, cerca de 175.000 funcionários vão receber uma formação contra práticas racistas para que situações como esta não se repitam.

Com estas ações a Starbucks tentou evitar buzz negativo, dando uma resposta imediata, explicando o sucedido e reconhecendo o incómodo causado através de um pedido de desculpas pelo Twitter, utilizando o mesmo meio pelo qual o vídeo se tornou viral. A marca partilhou ainda o que está a fazer para resolver a situação com firmeza, mas evitando radicais manifestações de força.

Fontes:
https://news.starbucks.com/views/starbucks-ceo-reprehensible-outcome-in-philadelphia-incident?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=springfy18
https://twitter.com/missydepino/status/984539713016094721
https://twitter.com/Starbucks/status/985350075181219840?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.studentproblems.com%2Fstarbucks-apologise-in-racism-controversy%2F&tfw_creator=BradLengden9&tfw_site=StudentProblemshttps://www.studentproblems.com/starbucks-apologise-in-racism-controversy/
https://www.jn.pt/mundo/interior/starbucks-fecha-oito-mil-lojas-para-dar-formacao-apos-acusacao-de-racismo-9267072.html