terça-feira, 18 de junho de 2013

A aproximação do online ao offline


Cada vez mais as empresas/marcas tentam aproximar o seu mundo online ao offline e vice versa.
Torna-se importante, para as empresas/marcas, que não hajam grandes diferenças entre estes dois mundos. Para isso muitas empresas adaptam o seu website às realidades que são oferecidas nas suas lojas, como muitas das vezes o inverso acontece, em que o consumidor tem ao seu dispor as colecções da mesma forma que estas aparecem no website da empresa.

Vejamos um exemplo da aproximação offline ao meio online:


domingo, 16 de junho de 2013

Garnier Hair Criminals

A Garnier lançou um novo produto para cabelos danificados e para a divulgação apostou numa campanha original que convida as consumidoras a denunciar as suas amigas criminosas.
A marca criou uma aplicação na sua página do Facebook que permite responder a um questionário e ganhar prémios.
Uma campanha original que promove a proximidade com o consumidor e que o envolve na divulgação do produto.


Coca-Cola Polar Bears Film 2013




Aqui relembro o filme comercial da Coca-Cola Polar Bears em 2013.
De facto, nunca é demais lembrar o marketing feito por esta marca de renome. Neste filme, mais uma vez estão presentes sentimentos positivos associados a quem consome o produto. Ao ser concebido por ursos polares, transmite a ideia acentuada de que se trata de uma bebida refrescante.

Esta versão teve como produtor Ridley Scott e foi produzida na agência Creative Artists. A produção incorpora elementos físicos e digitais, a fim de promover a marca e de realçar a ideia de união/família, diversão, entre outros. A iniciativa trata-se de uma versão de branded content, e de storytelling, já que é transmitida uma história.O objetivo reside em passar conteúdo útil, relacional, com o qual o consumidor se identifique e, acima de tudo, promover a marca e todos os sentimentos positivos que, quando pensamos em Coca-Cola, surgem naturalmente.


Coca-cola incentiva a uma vida saudável

"E se nos levantarmos?" foi o mote da primeira campanha que a Coca-Cola lançou em Portugal que pretende contribuir para um estilo de vida ativo e mais saudável, combatendo a obesidade e o sedentarismo.

Esta campanha de comunicação vai muito para além da publicidade e não avisa apenas a divulgação da marca, mas pretende também colocá-la ao serviço de uma causa que afecta a sociedade. 
"Estatísticas" é o título do segundo anúncio da campanha na qual a marca pretende alertar para a responsabilidade de cada um na tarefa de "mudar as estatísticas". 
 
Esta campanha ultrapassa o interesse comercial da marca e torna-se num apelo para que as pessoas adotem um estilo de vida mais ativo e saudável. 
A Coca-cola acaba por deixar de lado a publicidade ao produto e foca-se na defesa de uma causa que marca também a sua preocupação com o consumidor, apelando às suas emoções.
A comunicação é constituída por anúncios de televisão, publicidade exterior e meios digitais incluindo o website -  Muda as estatísticas.

Sagres dá boleia na Noite de Santo António

 

A prestigiada marca de cerveja, Sagres, decidiu disponibilizar, na noite de sexta-feira de Santo António, um autocarro personalizado, para transportar os passageiros, de forma gratuita, pela festa de Lisboa.
 
"Sob o mote “Quem tem a nossa boleia tem tudo”, a marca de cerveja Sagres disponibilizou, durante a noite de sexta-feira, entre as 19h e as 3h, um autocarro para transportar os passageiros, de forma gratuita, pelas Festas de Lisboa.
O veículo circulou entre Belém e Santa Apolónia, com paragens em Santos, Cais do Sodré e Praça do Comércio. Os locais das paragens estiveram identificados com a imagem de uma garrafa de cerveja Sagres.
Com lotação para 20 pessoas, o autocarro da Sagres “terá animação própria ao som de música tradicional dos santos populares, procurando garantir que o espírito de festa não se perca em nenhum momento”, adianta a marca em nota de imprensa.
A marca, detida pela Sociedade Central de Cervejas, desenvolveu ainda um site, acessível também via QR Code, que permite ver a localização do autocarro, em tempo real."


Desta forma, a marca concilia aspetos muito relevantes: por um lado, a proximidade do consumidor ao proporcionar-lhe este serviço, por outro, o facto de ser gratuito, capta ainda mais a sua atenção. Assim, a marca patrocina uma das festas mais conhecidas de Lisboa, destacando-se dos seus concorrentes e utilizando um marketing cada vez mais relacional, onde as inovações são visíveis e onde a tecnologia está presente (site).

Laboratório secreto da Google revela projeto Loon: Balões estratosféricos para levar internet a todos

O  laboratório secreto do gigante da internet  – o Google X - acaba de revelar o seu novo projeto com o qual pretende levar a internet a todos os habitantes do planeta. A ideia é tão simples que parece louca, mas a verdade é que já está a ser testada na Nova Zelândia. Os engenheiros da Google pretendem cobrir o planeta com gigantescos balões estratosféricos que enviam sinal wifi a todo o lado.
Dois em cada três habitantes do planeta não está online, mesmo que queira e tenha condições económicas para isso. Simplesmente habita num local onde não há qualquer cobertura. Os engenheiros do laboratório secreto da Google – o Google X – pretendem resolver o problema com uma rede de grandes balões – semelhantes aos balões meteorológicos – que enviarão o sinal wifi desde uma altitude de 20 quilómetros.
O projeto Loom começou a ser desenhado este ano mas já está em fase de experimentação na Nova Zelândia, onde 30 balões já foram lançados e estão agora ligados a antenas recetoras especiais para testar a qualidade do sinal. O laboratório secreto Google X é o mesmo onde nasceram os Google Glass e que começou o projeto dos automóveis auto-comandados.
A tecnologia e a ciência por trás deste projeto é bastante simples. Os balões são colocados a uma altitude de 20 quilómetros, na estratosfera, e os engenheiros da Google são capazes de os controlar a partir do posto de comando. os balões utilizam as duas correntes existentes àquela altura, para os movimentar no sentido leste-oeste ou na direção oposta. Pode ver uma explicação mais pormenorizada no vídeo do laboratório Google X mais à frente.
A colocação dos balões a 20 quilómetros de altitude obedece a duas razões fundamentais para o sucesso do programa. Por um lado, é aqui que se encontram as correntes de ar que os engenheiros pretendem utilizar para movimentar os balões. E por outro lado, esta é uma altitude segura para o tráfego aéreo, uma vez que a imensa maioria dos aviões voa até uma altitude de 10 quilómetros e os balões meteorológicos estão colocados a uma altura de 25 quilómetros.

Como comportar-se no cinema

Alamo Drafthouse é uma cadeia de cinema americana fundada em 1997, nos EUA, famosa por aplicar uma política rigorosa sobre o comportamento dos clientes enquanto estão no cinema. Crianças menores de seis anos de idade não são permitidas, nem menores não acompanhados. O cinema também proíbe a conversação e mensagens através de telemóvel durante o filme. Qualquer pessoa que viole esta política está sujeito a advertência e expulsão do local. Alamo fez manchetes nacionais em 2011, com os devaneios de uma cliente irritada que foi expulsa por enviar mensagens de texto. 
"Quando adoptamos a nossa política rigorosa de não falar nem enviar mensagens, em 1997, sabíamos que estávamos a alienar alguns dos nossos clientes. Esse era o plano. Se não consegue mudar o seu comportamento e ficar quieto durante um filme, então nós não o queremos no nosso cinema"


A cliente tinha como intenção usar do seu "poder de word-of-mouth" para denegrir a empresa, no entanto, esta antecipou-se e publicou a mensagem de voicemail da queixosa, gerando uma onda de concordância com a empresa.

sábado, 15 de junho de 2013

A Inovação (atrasada) do Facebook - Hashtags


“A rede social Facebook decidiu seguir as pisadas do Twitter e anunciou a criação de hashtags que irão permitir, através de hiperligações, aceder às discussões e comentários do momento e participar em conversas públicas. A funcionalidade será implementada de forma progressiva, sendo que numa primeira fase será disponibilizada apenas a cerca de 20% dos utilizadores.” 
                                                                                                     14 junho 2013 Marketeer – On Line

A concorrência nos social media é feroz, competitiva, mas ao mesmo tempo traz consequências inovadoras. A constante ânsia em estar um passo à frente daqueles que caminham lado a lado no mesmo segmento do mercado introduz nas empresas/marcas uma obrigatoriedade: constante atualização dos bens e serviços de forma a satisfazer os clientes. A permanente inovação que se faz sentir atualmente não permite que os consumidores sejam fiéis às marcas, pelo menos, nem todas. No entanto à exceções. Desde que as marcas consigam atualizar as suas diversas aplicações e no timing certo poderão conseguir prender os seus consumidores “a tempo”.

No caso apresentado, o Facebook veio introduzir uma “novidade” já utilizada pelos seus concorrentes pelo menos desde 2009… 3 anos no mundo como a internet, no mundo dos social media, a mim parece-me uma eternidade, para além de que as hashtags vêm devolver a palavra ao consumidor, e este tem necessidade e faz questão de a ter, já há algum tempo! A introdução das hashtags irão possibilitar aos consumidores contextualizar o diálogo e a discussão, isto é, através do clique na hashtag os consumidores irão ser “transportados” para a conversação daquele assunto que lhes suscitou interesse. Ver-se-ão envolvidos no diálogo de um assunto com o seu grau de importância que difere de consumidor para consumidor, mas que é altamente interessante, visto que poderemos estar a “inseridos” numa conversa em qualquer ponto do mundo – o que torna as hashtags uma estratégia muito interessante.
 

Vamos ver se com esta introdução “inovadora” o Facebook consegue recuperar os anos de avanço dos seus concorrentes…
 
 Aqui podem ver a notícia completa:  Notícia Facebook - Hashtag

Burberry Kisses - Site de “Beijos On-Line”

A Burberry é uma marca que tem a sua origem na Inglaterra, o seu segmento incide sobre moda de luxo, é detentora de produtos como roupas, sapatos, acessórios e perfumes e destaca-se pelo padrão axadrezado nos seus produtos.
Atualmente, e em parceria com o Google, a marca lançou uma ação de marketing promocional que permite enviar beijos personalizados à pessoa desejada, em qualquer parte do mundo, através de um postal digital. Segundo o diretor da marca Christopher Bailey “A ideia é dar à tecnologia um pouco de coração e alma”. Através desta campanha ambas as marcas têm o objetivo de, para além de fazer promoção à empresa, proporcionar experiências aos seus clientes.

Como é que é possível enviarmos o nosso beijo? 
O processo é muito simples, começamos por aceder ao site (http://kisses.burberry.com/ ), ativamos a câmara e enviamos o nosso beijo. Ao clicar no send, o remetente assiste a uma animação powered by Google Earth com o trajeto personalizado da sua carta baseado na localização do destinatário. Isto é, vemos a carta a “sobrevoar” todos os locais que passa até chegar ao destino.
O site tem outras funcionalidades, é possível visualizar os beijos que estão a ser enviados no momento e os beijos que já foram enviados anteriormente. A página também oferece um menu de impressões de bocas em vários formatos e cores de batons da linha da marca.
Este é mais um tipo de experiência digital inovador que certamente irá captar o público feminino mais sensível, mas não só… Enviar e receber um cartão ou postal por si só já é divertido, sentimental e bastante envolvente, mas esta campanha torna a experiência mais interessante com a introdução/ilustração do mapa de beijos que podemos ver no final, bem como podemos visualizar o leque de cartas que estão a ser enviados de cidade em cidade e em tempo real. Esta estratégia/campanha de marketing é muito recente por isso os resultados ainda são difíceis de avaliar.
No entanto e, baseando-me em algumas das características da Geração Net, penso que esta é uma experiência suficientemente inovadora, dá a oportunidade de personalização e entretenimento capazes de captar a atenção e partilha dos consumidores.



 
Visitem o site e comecem a enviar os vossos beijos!
 

Freemium - Jogos Online

Depois da apresentação deste conceito na aula lembrei-me de um jogo, que um familiar meu joga, e que segue precisamente este conceito: Gladiatus



O jogo recria as batalhas de gladiadores de tempos antigos, pelo que o seu objectivo é precisamente derrotar os gladiadores adversários na arena, para depois ganharem, prestígio, armas, ouro, etc. Este jogo pode ser jogado de forma totalmente gratuita. É possível passar de nível e comprar armas apenas com os prémios ganhos nas batalhas, não necessitando do jogador despender de um único cêntimo. Contudo, caso o jogador queira "evoluir" o seu gladiador mais rapidamente ou comprar items especiais (só podem ser comprados com dinheiro real), terá de comprar rubis. Os rubis, ao contrário de tudo o resto no jogo, só podem ser adquiridos por carregamentos de dinheiro dos jogadores. Por exemplo, um conjunto de 15 rubis custa 2,46€, ou 1000 rubis por 50€.

Dado o facto aliciante de o jogo ser gratuito, facilmente consegue novos jogadores, que à medida que ficam envolvidos e entram na sua competição, desejam evoluir mais e mais rapidamente. O que faz com que alguns acabem por gastar sempre alguns euros no jogo.

www.gladiatus.com.pt/game/

"Nossos heróis estão de volta!"

Para comemorar a reabertura do Rijksmuseum, o mais importante museu de Amesterdão que ficou fechado 10 anos devido obras, foi realizado, num shopping da mesma cidade, um Flashmob, recriando o famoso quadro do pintor holandês Rembrandt, The Night Watch:



A escolha do slogan “Nossos heróis estão de volta” serviu para mostrar que após uma década sem abrir as portas ao público, o museu reabre agora com todas as peças principais da colecção, que voltam ao local onde pertencem.

O efeito final foi o seguinte:



Vejam também o vídeo do flashmoob:


O futuro dos museus na era da digital é... grátis!

Já há alguns museus que disponibilizam imagens das suas coleções online, mas o Rijksmuseum, em Amesterdão, foi mais arrojado e passou a oferecer gratuitamente o download de imagens de alta resolução e a incentivar o público a copiá-las, partilhá-las e transformá-las. O Rijksstudio é uma seção do website do museu, de utilização muito fácil e intuitiva, que permite aos cibernautas uma experiência interativa com uma quantidade imensa de imagens de alta resolução e incentiva o seu uso para a realização de novos trabalhos criativos (ver aqui).
Até agora, os museus têm adotado uma atitude muito protecionista em relação às versões digitais de qualidade das suas obras de arte, invocando, entre outras, questões de direitos de autor e o controlo de fontes de receita (leia-se, por exemplo, este artigo). Todavia, o Rijksmuseum aceitou o facto de que, com a Internet, é muito difícil controlar direitos autorais e o uso de imagens e, ao invés de lutar contra uma inevitabilidade, seguiu uma estratégia que passa por tornar o acesso às imagens fácil e gratuito, promovendo a sua partilha e um maior envolvimento das pessoas.
Esta estratégia, porém, não é unânime. Em Portugal, por exemplo, foi publicado em DR, no passado dia 28 de Maio, o Regulamento de Utilização de Imagens de Museus, Monumentos e outros Imóveis afetos à Direção-Geral do Património Cultural que vai no sentido oposto e que tem gerado algum debate entre os profissionais da área (ver aqui).

Pormenor de O pintor, Hendrikus van de Sande Bakhuyzen, 1850. Rijskmuseum.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

youModel - Ruffles

A Matutano lançou um desafio aos seus clientes para escolherem o novo sabor das batatas fritas “Ruffles Chouriço ou Ruffles York’eso?”para serem lançadas em Portugal. Esta iniciativa, designada por youMODEL, baseia-se na lógica “você decide” e como tal esta campanha chamou-se “Ruffles tu decides”. Esta acção teve uma forte adesão por parte dos consumidores com cerca de 70 mil votos. Como refere a empresa: “os consumidores gostam de ser ouvidos e gostam de poder fazer as suas escolhas”. Por curiosidade, o sabor vencedor foi o Ruffles Chouriço com 56% dos votos.

Links com as notícias:

http://www.hipersuper.pt/2010/03/25/chourico-vencedor-no-desafio-ruffles/

As melhores horas do dia para publicar nas redes sociais

Para todos os gestores de redes sociais (e não só!), eis um estudo, da Social Caffeine, acerca das melhores horas do dia para publicar nas redes sociais.

A melhor forma de rentabilizar as redes sociais é fazendo com que cada post seja visto pelo maior número de pessoas possível. Sabendo quais são as melhores horas do dia para publicar, é muito mais fácil alcançar este objectivo.

Curiosamente, as horas são diferentes de site para site! 


Chocolates Milka - Tryvertising

A Milka Chocolates criou um projecto para o lançamento do snack Milka Snax. Este projecto tinha como objectivo, permitir aos consumidores registados numa plataforma de Tryvertising, a experimentação gratuita dos snacks, mediante o preenchimento de um relatório sobre a experimentação do produto. Este projecto contou com a participação de 2000 consumidores e foram publicadas mais de 800 fotos em “momentos de degustação e convívio entre amigos e os seus Milka Snax”. Estas fotos são uma forma de comunicação positiva que associam o produto da Milka a bons momentos. Os 20 participantes mais activos, no final do projecto, receberam um pack Milka Snax. Este é um exemplo de Tryvertising em que o consumidor experimenta o produto e depois faz comentários acerca deste. Esta é uma forma de comunicação e de passa-palavra. Apesar de as empresas estarem expostas a algum risco, porque são os próprios consumidores a falarem pela marca, o projecto da Milka concluiu com sucesso. Neste caso foi utilizado um blog para os consumidores que estavam a experimentar o snack fazerem os seus comentários.


Dove - Campanha Viral

A Dove lançou novamente um anúncio sobre a beleza natural. Este vídeo teve tal impacto que o número de visualizações é de 119 milhões e é o terceiro vídeo mais partilhado, segundo a tabela da Unruly. Desta forma, este vídeo pode ser considerado viral, pois são os próprios consumidores a divulgar o vídeo, tornando a marca mais confiável. As pessoas gostam de se ver representadas nas marcas, e este é um excelente exemplo, pois o vídeo representa a verdadeira beleza das mulheres, eliminando os estereótipos que frequentemente são transmitidos pelos media. Embora com algumas críticas associadas, a Dove soube novamente beneficiar deste efeito viral. Podem ler a notícia e ver o vídeo neste link: http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/anuncio-da-dove-sobre-beleza-feminina-tornase-o-mais-visto-no-youtube-1595002

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Endorsement

A Peugeot associou-se à grande celebridade Cleo Pires, para a apresentação e publicidade dos novos modelos 308 e 408, "revelando", no vídeo o número de telefone da mesma.

Uma ação criada pela agência Y&R divulga com bom humor estes modelos e as suas caraterísticas. No vídeo, enquanto os carros vão acelerando, pisca no ecrã o numero de telefone. Quem conseguir apanhar o número e ligar para a Cleo Pires tem oportunidade de ouvir uma mensagem da mesma, dizendo que está numa concessionário Peugeot, para aproveitar a oferta.


Vejam o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=xWDkhUfyfH0

72% dos portugueses já faz compras na Internet

 

Um estudo recente do Observador Cetelem composto por uma amostra de 6500 indivíduos (maiores de 18 anos), demonstra que o comercio electrónico é uma tendência transversal a toda a Europa tendo aumentado entre 2011 e 2012 mais de 20%, passando de 254 mil milhões para cerca de 305 mil milhões de euros.
Em Portugal, 72% dos consumidores já fazem compras pela Internet e 79% admitem vir a fazê-lo no futuro. Os restantes 21% dos consumidores não consideram essa hipótese devido à falta de confiança e necessidade de estarem fisicamente presentes no momento da compra.

O estudo concluiu também que relativamente à questão do pagamento electrónico, os consumidores da Europa Ocidental são mais cépticos do que na Europa de Leste, onde se preocupam essencialmente com a qualidade e características do produto, não sendo perceptíveis através do ecrã dos computadores.
Fonte: http://imagensdemarca.sapo.pt/atualidade/72-dos-portugueses-ja-faz-compras-na-internet/

E vocês? De que grupo são? :)

Só falta tirar café.... Com o Pomegranate já nem isso falta!!!

Se as novas tecnologias estão sempre a surpreender-nos, o Pomegranate Phone eleva-nos as expectativas a um outro nível.
Vejam as possibilidades infinitas deste novo telemóvel. Imaginem as aulas de webmarketing projectadas a partir de um telemóvel...


Verdade?

Infelizmente ainda não.

Isto tudo não passou de uma campanha da Nova Escócia, Canadá. Se visitarem o site deste incrivel aparelho e depois de verem uma feature carregarem que já viram o suficiente são redireccionados para o site da Nova Escócia, onde ficam a conhecer mais sobre este lugar.
O facto é que o site teve milhões de visitas uma vez que o video se tornou viral na internet.

Imaginem se a geração net tivesse um aparelho destes na mão? Eu sei que nunca mais largava o meu telemóvel :D

Remarketing






O remarketing é uma tática de comunicação digital que permite que sejam os consumidores a auto-segmentar-se com base no seu comportamento online de forma dinâmica e tendencialmente inconsciente. Com cookies instalados nos seus browsers, os internautas vão dando informação às marcas acerca do comportamento que têm dentro do seu site e o mesmo acontece com o que fazem no perímetro da Google e do Facebook, por exemplo.

Uma acção que as marcas começam a levar a cabo consiste em procurar as pessoas que tiveram determinado comportamento noutras visitas à página e fazer propostas exclusivas a essas pessoas, aumentando drasticamente a probabilidade de sucesso, uma vez que alinham as propostas com comportamentos que sugerem determinadas vontades, desejos ou intenções.

Mas as marcas podem ser mais sofisticadas neste processo de remarketing: estudar em que momento o consumidor terminou o processo de compra, para que página foi a seguir, etc., e desenhar para cada um destes segmentos diferentes campanhas, podendo chegar aos princípios de marketing one-to-one, nos casos em que se justifique. A probabilidade de sucesso volta a aumentar, porque a marca minorou neste processo o GAP entre aquilo que o cliente queria ou podia comprar com aquilo que a empresa oferecia.

A Google democratizou este processo ao permitir aos seus anunciantes realizarem remarketing no seu Adwords, e o Facebook lançou o Exchange.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Customização ....de Guardanapos, by Renova

A Renova lançou um serviço online:
http://www.myrenova.com/Plugins/Renova.Personalization/Personalize, 
que permite que cada consumidor desenvolva guardanapos à sua medida.

 O MadebyYou tem um preço de 12,5 euros por cada maço de guardanapos, com o envio incluído.


Os pais também ficam grávidos

Agora os pais também conseguem sentir os pontapés dos bebés :)  através da colocação de uma cinta com censores na barriga da mãe que envia os impulsos dos movimentos do bebé para uma barriga de silicone colocada em cima da barriga do pai.

ATINGIMOS OS 100 POSTS!

Até final desta semana, continuem a postar...

If I die - Your last words on Facebook

Com o aparecimento das novas tecnologias de informação e comunicação assistimos a uma alteração de valores nas gerações mais recentes. Estas novas gerações, adeptas do aqui e o agora, das novas tecnologias e gadgets, que valorizam a liberdade de escolha, a mobilidade, o original e inovador, a experiência mas, principalmente, a interactividade, a participação, o “fazer-se ouvir”.

É tendo em consideração estes novos valores da chamada geração net que surge a aplicação no Facebook, If I Die.




Através desta aplicação, o utilizador pode deixar uma mensagem, vídeo ou imagem (post) que será colocado no seu mural de Facebook após a sua morte. Esta aplicação permite assim ao utilizador, por uma última vez, fazer o que tanto gostava de fazer em vida - partilhar e “fazer-se ouvir”.


My Farm

Em Beja, um professor e cinco alunos do Instituto Politécnico de Beja, inspiraram-se no conhecido jogo do Facebook, o Farmville, para criarem o MyFarm.
À semelhança do que acontece no jogo, os utilizadores do MyFarm controlam a sua horta virtualmente através do computador, a diferença é que recebem em sua casa o que semearam.
Através do MyFarm, as pessoas que vivem em zonas urbanas e não tem terreno para semearem encontram uma solução bastante económica para terem produtos biológicos, muito mais saborosos dos que adquiridos num qualquer supermercado.
Este projecto arrancou dia 25 de Abril de 2012, e funciona em 20 parcelas de terreno no Centro Horto Fruticola do Instituto Politécnico de Beja. É um excelente exemplo de como o mundo On pode ser trazido para o mundo Off e assim criar novos modelos de negócio.

O myfarm mais não é do que o Farmville tornado realidade. O que vocês acham? Tem tudo para ser um sucesso?


http://www.myfarm.com.pt/index.php/pt/ 

As novas tecnologias e a nova interacção com o público...

A criatividade levada ao máximo.... Vejam como as novas tecnologias permitem a interacção com o público no momento.... Iniciativa da Adobe.... Fantástico!!!

http://gizmodo.com/prankster-photoshops-people-into-ads-while-they-wait-fo-511927575

A Distribuição - Amazon


As infinitas prateleiras virtuais da Amazon, afinal também são infinitas no mundo real....
Ao ver este pequeno video sobre como a Amazon organiza os seus produtos, fiquei com uma dúvida. Os custos de distribuição serão assim tão reduzidos? Os custos de armazenagem da Amazon devem ser imensos, e a quantidade de mão de obra humana também me parece ser enorme. Se um funcionário tem que percorrer kilómetros para conseguir reunir todos os items de uma encomenda, qual é o custo total dessa encomenda? Não seria mais fácil ter um sistema automatizado de selecção dos produtos? Do género que já existem nas farmácias (em escala reduzida) em que o robot automáticamente vai buscar o produto?

O que é que vocês acham? Ficaram surpreendidos?




terça-feira, 11 de junho de 2013

Coca-Cola cria garrafa feita de gelo


Muito original

http://imagensdemarca.sapo.pt/atualidade/coca-cola-cria-garrafa-feita-de-gelo/

LG Portugal - Curta-Metragem "Momentos"

Num mix de Marketing Viral e Branded Content, a LG Portugal desenvolveu um conjunto de 4 curtas-metragens com o objectivo de integrar os seus produtos no dia-a-dia dos seus consumidores e fazer com que estes se sentissem envolvidos com a marca.
A primeira curta-metragem, Momentos, foi também aquela que maior feedback positivo gerou para a marca, tendo sido alcançadas 55.000 visualizações logo na primeira semana. Um feito assinalável tendo em conta que toda a produção foi da responsabilidade da equipa portuguesa da LG e Fullsix. Atualmente tem cerca de 800.000 visualizações no Youtube.
“Momentos” é um curta-metragem onde mostra um mendigo tendo algumas lembranças e contacto com o seu passado. Produzido na cidade do Porto, o vídeo traz consigo o conceito “Life's Good” da LG: os produtos LG trazem coisas boas às pessoas. O produto aqui utilizado foi um televisor, contudo, esse facto quase que nos passa despercebido, tal é a emotividade do filme.

Com esta curta-metragem o realizador Nuno Rocha arrecadou vários prémios, entre os quais: Prémio do Público no Enfoque Film, em Porto Rico; Peoples Choice no Naoussa Film Festival (Grécia); Prémio do Público no Honfleur Film Festival (França); etc.
Para visualizarem as outras 3 curtas cliquem aqui.

Publicidade nivea: Oferta de carregador celular para telemóvel!

video
Abandonar a praia, porque o telemóvel não tem bateria? A nivea resolve... mais horas na praia, mais protector gasto... boa ideia!!!

Frugal Chic - Living Well Without going broke


A propósito do tema do anti-consumismo e do frugal chic, partilho este site convosco: http://www.afrugalchick.com/

O conceito é simples, reunir num só espaço várias "pechinchas" encontradas na internet. São apresentadas então as melhores promoções do momento, são partilhados cupões e informações sobre os melhores preços.

Uma breve pesquisa na internet permite-nos perceber que o frugal chic é mesmo uma forma de vida. Existem imensos blogs sobre o assunto, e alguns partilham até os "mandamentos" que regem este life-style.

Encontrei estes 10 mandamentos:

1. Thrifting is a process, not an event.
2. You don't have to be cheap to be thrifty.
3. Bargain hunting takes time.
4. Buy only what you really love.
5. Accept that you will make mistakes.
6. Be prepared.
7. If you're the creative type, make it work for you.
8. Purge yearly.
9. In clothes, aim for fashionable, not trendy.
10. Go bargain hunting when you're on the road.

E em Portugal, acham que este "life-style" já está implementado? Conhecem algum site do género em português?



segunda-feira, 10 de junho de 2013

A geração net influencia o consumo dos pais

Aqui deixo uma notícia relacionada com a geração net que vem contrariar um bocadinho aquilo que se tem vindo a dizer sobre as crianças e jovens de hoje em dia.
"Afinal não passam tanto tempo ao computador, nem à frente da televisão".
Os mais pequenos têm vindo a ter cada vez mais influência na escolha de produtos que não de categoria infantil e que se destinam, na maior parte das vezes, ao consumo dos pais.
video

A nossa geração ainda não terá filhos mas certamente está rodeada de irmãos, primos e sobrinhos... já notam este fenómeno, dos mais pequenos saberem o que é que se deve comprar?

Dos 4P's para os 8P's

Durante a pesquisa para o trabalho de Web Marketing, deparei-me com o modelo de 8 P's defendido por Chen.

Com o desenvolvimento galopante das novas tecnologias, e com as novas formas de comunicação, distribuição e até mesmo de produto, é natural que os antigos modelos de marketing evoluam e acompanhem estas novas alterações. 

Esta evolução levou ao aparecimento do modelo dos 8 P's, que pretende complementar o modelo de marketing mix, normalmente designado de modelo dos 4P's de McCarthy.

Além dos 4P's que já existiam (produto, preço, comunicação e distribuição) Chen introduz mais 4 variáveis que a meu ver fazem todo o sentido, são elas:

- Precisão, o autor defende que o uso da internet possibilita o aumento da precisão das acções de marketing. Os marketeers têm agora um acesso privilegiado a base de dados que possibilitam chegar ao consumidor de uma forma muito mais fácil, o que possibilita um maior rigor na definição do público alvo.

- Pagamento, os consumidores via internet exigem que os sistemnas de pagamento sejam seguros e intuitivos, sem grandes complicações.

- Personalização como é mais fácil chegar ao consumidor final, também é mais fácil saber quais os seus desejos e necessidades, possibilitando a personalização de produtos e serviços. 

- Push and Pull. as empresas podem optar por políticas de push (através da força de 
vendas e ações promocionais para aumentar a procura do produto) ou pull (elevados investimentos 
em publicidade para levar o consumidor a procurar determinado produto).


Dominici (2011) apud Chen (2006)

A meu ver estas novas variáveis introduzidas por Chen espelham bem a nova realidade e fazem todo o sentido. E vocês? Acrescentavam mais alguma variável?

domingo, 9 de junho de 2013

Ryanair - With prices this cheap, shut the f*ck up

O austríaco Hugo Gstrein criou uma campanha publicitária, no mínimo original, para a Ryanair. A assinatura desta campanha é simples: "With prices this cheap, shup the f*ck up". Mas terá o efeito desejado?
 
Veja o vídeo:
http://vimeo.com/60938085#
Gostei da campanha mas como exercício criativo - que o é e que valeu ao seu criador a medalha de ouro nos Clio Awards - contudo não acho uma boa estratégia ignorar as queixas dos consumidores mesmo quando se pratica uma política de low cost.

Happy Can - Coca Cola

Muito se tem falado da Coca Cola e esta é mais uma notícia das suas iniciativas.
Realmente esta marca faz por ter uma relação bastante próxima com o seu consumidor, através de pequenos detalhes!
Neste caso a Coca Cola juntamente com a McCann, mudou o topo das latas de maneira a que quando se abre, a abertura seja um sorriso - Open Happiness!
E porque não uma lata que sorri para nós?
São estes pequenos gestos que tornam a Coca Cola tão especial para os seus fãs :)


http://www.dinheirovivo.pt/Buzz/Artigo/CIECO164422.html

Optimus vs. Budweiser

Acredito que todos se recordem do mega spot publicitário “All together now” lançado aquando da apresentação da nova assinatura “O que nos liga é Optimus” em 2011. Muitos adoraram este spot, talvez pela dinâmica do mesmo ou até devido à lendária música dos The Beatles, outros nem tanto.


Mas a questão que eu coloco é: na era da internet, onde diariamente vê-mos por opção vídeos de spots publicitários de outros países, não foi muito arriscado por parte da Optimus lançar este spot em muito semelhante ao brilhante e original spot publicitário da Budweiser lançado em 2009?


Eu prefiro o da Budweiser, e vocês?